Na quarta-feira (07), em Gravatá, no Agreste, ocorreu o tradicional Desfile Cívico, em comemoração ao Dia da Independência do Brasil. A organização e o talento dos alunos, professores e instituições participantes foi o diferencial do evento. Tendo início por volta das 15 horas, o desfile reuniu mais de 4 mil pessoas, além de milhares de espectadores que lotaram as praças e calçadas do percurso.

Os estudantes, como sempre, deram um verdadeiro show, trabalhando a Independência e apresentando a importância dessa tradição na cidade e país. O gestor de Gravatá, Mário Cavalcanti, acompanhado dos secretários municipais, assistiu todo o desfile. Uma realização da Prefeitura, por meio da Secretaria de Educação.

As escolas e grupos se concentravam nas proximidades da Estação do Artesão de onde, posteriormente, seguiam rumo à Praça da Matriz.

“Gravatá está de parabéns pela realização deste grande evento. Aqui vimos famílias reunidas, alunos participando e uma verdadeira aula de cidadania e patriotismo de todos”, afirmou o gestor, Mário Cavalcanti.

A secretária de educação, Maria Ângela, agradeceu o empenho de alunos e professores, “O nosso desfile foi planejado com os gestores das escolas. Envolveu muita gente. Todos da nossa cidade fizeram questão de participar e, desta forma, abrilhantar ainda mais o nosso desfile. Agradeço o empenho e dedicação de todos que direta ou indiretamente contribuíram com a realização do evento”, disse.

Hasteamento das Bandeiras  Pela manhã, as comemorações pelo Dia da Independência do Brasil iniciaram cedo com o hasteamento das Bandeiras do Brasil, Pernambuco e Gravatá. A ação aconteceu às 8h, na Praça Rodolfo de Moraes, em frente ao Palácio Joaquim Didier, sede da Prefeitura de Gravatá.

O gestor de Gravatá, Mário Cavalcanti, esteve acompanhado de secretários municipais, professores, diretores e estudantes da rede pública e privada.

A Sociedade Musical XV de Novembro foi responsável pela execução dos hinos Nacional, de Pernambuco e de Gravatá que, na ocasião, foram entoados por todos os presentes, enquanto os pavilhões eram hasteados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here